Será que é mesmo o EspírIto Santo?




Assim que o Pai prometeu o Espírito Santo, prometeu também que este encheria ou se apossaria de seus escolhidos, para propagação do evangelho com poder e assim glorificar o nome de Deus.Penso que hoje, este poder vem sendo usado para gloria do próprio receptador da dádiva.

Não sei até que ponto é o Espírito Santo de fato, esse com letras maiúsculas, que de fato atua na maioria dos arraiais cristãos hoje em dia. Infelizmente

Vejamos:

O Espíito Santo era quem fazia crescer em número e ia acrescentando a fé de cada um, tornado-os fortes e com entendimento na palavra. Agora eu pergunto, quantas são as estratégias do MARKETING e da PSICOLOGIA  que são substitutos diretos do Espírito? O que é o G-12, senão programa de crescimento entre outros? Quantos são os jogos e o entretenimento que vira a mola mestra para "prender" as ovelhinhas no aprisco?


O Espírito guiaria os crentes a TODA VERDADE, ou seja, Deus não os deixaria órfãos de um guia,  a sua palavra, que os iria dirigir e os ensinar como seriam crentes que dariam verdadeiros testemunhos por onde passsassem. Deus não os deixaria no engano e no erro. E caso ouvissem, vissem ou percebessem  algo que estivesse fora da VERDADE de Deus, iria automaticamente ser abolido e combatido. Era assim que iriam viver, pela palavra da verdade, e não por fábulas e invencionices. O que são essas novas teologias de prosperidade, liberalismo, teologia relacional, ecumenismos?


O Espírito Santo seria uma dádiva maior para ministério, de pregação, profecias, ensino, linguas, revelação etc. Quantos são os que se auto-intitulam profetas e apóstolos, pastores e evangelistas. Creio que algumas prerrogativas devem ser investigadas na vida dessas pessoas, mas a primeira delas é a presença do Espírito e da Verdade.
E outra: o Espírito Santo separaria aqueles que iriam ser os representantes do reino, pastores e apóstolos ou missionários. Foi assim com Paulo e Barnabé, esperaram enquanto oravam, e o Espírito lhes deu esses nomes, que fossem separados e enviados. Por que se fazem eleições, com chapas, xiszinhos e afins, como do modo secular, para eleger uns e não outros ao pastorado? Será que não seria por causa de algo maior  do que i$$o? Mais uma vez o marketing entrando de sola....

O Espírito Santo guiou os apóstolos, os grandes missionários, não aonde fosse mais cômodo, aonde tivesse tudo organizado e certo de sua chegada... mas aonde eles DEVERIAM IR. Eles portanto não viam aquilo como um peso, apesar de ficarem abatidos, sofrerem perseguições violentas e até desfalecerem. Eles não estavam pensando se iria ter plano de saúde para sua fillha ou uma boa educação para o seu menino, não titubeou quando teve que deixar seus títulos para trás e dormir no chão...Ele não estava pensado em acumular ofertas e fazer congresso aqui e acolá, esperava receber salários e ter vida próspera, para depois sim glorificar o nome de Deus. Onde está a glória de possuir algo que até os incrédulos tem, a RIQUEZA?

Nem por isso eles não estavam fora da vontade de Deus, nem por isso ele tinha feito a escolha errada, visto que eram muitas coisas dando errado.

Eles estavam sendo guiados pelo Espírito Santo e dando início a mais importante obra que um homem pode desempenhar.




2 comentários:

Wagner Lemos disse...

Parabéns pelo Blog!
Muito bom as postagens...

Daniele Meireles disse...

obrigada, que sirva de reflexão e questionamento.

Postar um comentário

Abelhudos